OPERADOR DE EMPILHADEIRA

Nosso objetivo no curso de operador de empilhadeira é:

Capacitar e/ou formar operadores de empilhadeira, visando a sua qualificação profissional, desenvolvendo nos treinandos a habilidade de operar e controlar as empilhadeiras dentro das normas legais de segurança, adquirir os conhecimentos técnicos necessários permitindo operar o equipamento com pleno domínio sobre suas características e limitações e possibilitar a empresa atender a NR 11.1.5.

QUALIDADE NO ENSINO INDUSTRIAL

CONTEÚDO A SER APRENDIDO:

1 - Legislação NR 11 - Transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais.

2 - Classificação das empilhadeiras: combustível, tamanho, aplicação e fabricante

3 - Partes principal de uma máquina (Motor, transmissão, embreagem, diferencial, chassis e contrapeso, sistema hidráulico, sistema de elevação, pneus, comandos e instrumentos do painel.)

4 - ESTABILIDADE FRONTAL

4.1  Ponto de apoio
4.2  Princípio da alavanca;

5 - ESTABILIDADE LATERAL

5.1   Centro de gravidade
5.1.1 Base
5.1.2 Centro de carga

6 - PRINCÍPIO BÁSICO DE OPERAÇÃO

6.1    Como operar a empilhadeira
6.1.1  Mudança de marcha
6.1.2  Trabalho de frente e ré
6.1.3  Indícios de operação mal feita
6.1.4  Mudanças de sentido de deslocamento
6.1.5  Inspeção de Segurança
6.1.6   Rampas
6.1.7  Estacionar o equipamento
6.1.8  Altura do garfo em operação

7 -  REGRAS TÉCNICAS DE SEGURANÇA

7.1    Elevação e transporte de cargas
7.1.2 Passageiros “A bordo”
7.1.3  Posição do operador na máquina
7.1.4  Estacionar a empilhadeira
7.1.5  Partidas e freadas bruscas
7.1.6  Espaços para circulação
7.1.7  Uso de buzina e evoluções

8 APH (Atendimento pré hospitalar) DE PRIMEIROS SOCORROS

8.1  Como proceder em emergência
8.1.2   Ganhar acesso e avaliar a vítima
8.1.3   Suporte Básico a Vitima

NA PRÁTICA:

1 - VERIFICAÇÃO DA MANUTENÇÃO DIÁRIA DO OPERADOR

2 - IDENTIFICAÇÃO DAS PARTES DA MÁQUINA

3 -IDENTIFICAÇÃO DAS ALAVANCAS DE COMANDO

4 - IDENTIFICAÇÃO DO INSTRUMENTOS DO PAINEL

5 - OPERAÇÃO COM MÁQUINA PARADA (reconhecer os movimentos básicos)

6 - OPERAÇÃO SEM CARGA

6.1 Frente
6.1.1 Ré
6.1.2 Slalow pequeno
6.1.3 Slalow grande
6.1.4 Rampa

7 - OPERAÇÃO COM CARGA

7.1 Frente
7.1.1 Ré
7.1.2 Slalow pequeno
7.1.3 Slalow grande
7.1.4 Rampa

 

DIFERENCIAL SIE:

  • * Uma empresa registrada no CREA.

    * Aulas ministradas por engenheiros e técnicos mecânicos que realizam inspeções em empilhadeiras.

    * Exercícios práticos em sala de aula.

    * Visualização e manuseio de instrumentos em sala de aula.

    * Vídeos técnicos.

    * Material didáticos preparado por engenheiros.

PÚBLICO-ALVO

  • Funcionários ou candidatos ao cargo de Operador de empilhadeira, Operadores de produção, e demais profissionais interessados em qualificar-se tecnicamente.

    Como pré-requisito recomendado, o treinando deverá possuir Carteira Nacional de Habilitação.

  • NR-11:

  • O curso de operador de empilhadeira visa tambem atender todos os requisitos que se pede na NR 11.1.5.


    Atendemos todo Brasil, na realização do treinamento para o operador de caldeira, de acordo com a NR-11 Transporte, movimentação, armazenagem e manuseio de materiais.

    Disponibilizamos arquivos para download com detalhes do curso, cronograma e o que diz a Norma Regulamentadora 11.
  • O QUE DIZ A NR-11:

  • NR 11.1 Normas de segurança para operação de elevadores, guindastes, transportadores industriais e máquinas
    transportadoras.

    NR 11.1.3 Os equipamentos utilizados na movimentação de materiais, tais como ascensores, elevadores de carga,
    guindastes, monta-carga, pontes-rolantes, talhas, empilhadeiras, guinchos, esteiras-rolantes, transportadores de
    diferentes tipos, serão calculados e construídos demaneira que ofereçam as necessárias garantias de resistência e
    segurança e conservados em perfeitas condições de trabalho.


    NR 11.1.3.1 Especial atenção será dada aos cabos de aço, cordas, correntes, roldanas e ganchos que deverão ser
    inspecionados, permanentemente, substituindo-se as suas partes defeituosas.


    NR 11.1.3.2 Em todo o equipamento será indicado, em lugar visível, a carga máxima de trabalho permitida.

    NR 11.1.5 Nos equipamentos de transporte, com força motriz própria, o operador deverá receber treinamento específico,
    dado pela empresa, que o habilitará nessa função.


    NR 11.1.6 Os operadores de equipamentos de transporte motorizado deverão ser habilitados e só poderão dirigir se
    durante o horário de trabalho portarem um cartão de identificação, com o nome e fotografia, em lugar visível.


    NR 11.1.6.1 O cartão terá a validade de 1 (um) ano, salvo imprevisto, e, para a revalidação, o empregado deverá passar
    por exame de saúde completo, por conta do empregador.


    NR 11.1.7 Os equipamentos de transporte motorizados deverão possuir sinal de advertência sonora (buzina).


    NR 11.1.8 Todos os transportadores industriais serão permanentemente inspecionados e as peças defeituosas, ou que apresentem deficiências, deverão ser imediatamente substituídas.


    NR 11.1.9 Nos locais fechados ou pouco ventilados, a emissão de gases tóxicos, por máquinas transportadoras, deverá
    ser controlada para evitar concentrações, no ambiente de trabalho, acima dos limites permissíveis.


    NR 11.1.10 Em locais fechados e sem ventilação, é proibida a utilização de máquinas transportadoras, movidas a
    motores de combustão interna, salvo se providas de dispositivos neutralizadores adequados.

 

  • Ir para Cursos

 

SIECursos

ESCRITÓRIO: Rua Conselheiro Moreira de Barros, 365 - Santana - São Paulo / SP
OFICINA: Rua Dolores Barreto Coelho, 146 A - Horto Florestal - São Paulo / SP
Telefones: + 55 11 3938-2814 | + 55 11 4323-2163